Com participação de Luccas Carlos, rapper Rashid lança clipe de “Bilhete 2.0”

rashid2
Foto Divulgação 

 

O rapper Rashid lançou hoje (25) o clipe da canção “Bilhete 2.0”, que traz a participação não só na faixa, mas também agora no vídeo, de Luccas Carlos.

Gravado próximo ao Cantagalo, no Rio de Janeiro, e com direção de Gabriel Camacho, o clipe transita entre os dois personagens com seus respectivos casais, quando acontecem as separações e surge o questionamento: “E como foi e qual vai ser agora?”.

“Esse clipe é especial em vários aspectos, porque ele coroa uma música que não envelhece. Um som feito com muito carinho e cuidado sobre um momento delicado da vida de muita gente, mas que representa uma volta por cima também”, conta Rashid.

 

Sobre a participação de Luccas: “Ele um grande talento da nova música brasileira, e especificamente sobre o clipe, além do talento do Camacho, preciso ressaltar que nós também tivemos que atacar de atores. Isso foi bem bacana. Acho que vai ser uma experiência diferente para os fãs”, completa.

Com mais de dez anos de carreira no rap nacional, Rashid ultrapassou fronteiras com “Bilhete 2.0” que, com a participação de Luccas Carlos, ultrapassa 32.5MM de streams apenas no Spotify, acumulando 1.4M de ouvintes por mês na plataforma, além de 45MM de streams em seu perfil.

É necessário enriquecer (ou mudar) o discurso

Pensa aí em quantos MC’s e grupos de Rap você gostava, ouviu o primeiro disco e achou foda, aí o segundo, terceiro, foi mais do mesmo e você simplesmente parou de ouvir. Tem vários né?

Eu tenho escutado bastante o segundo disco do Djonga, e me chamou a atenção em como a poesia dele ficou mais rica depois de Heresia, e como ele conseguiu mostrar para o público as mudanças na sua vivência (vida pessoal, carreira, jeito de ver o mundo), sem perder a essência na sua forma de fazer música.

Acredito que nem todos que começam uma carreira dentro do Hip-Hop tem essa percepção, muitos tratam o sucesso de um primeiro trabalho como uma fórmula mágica para manter o mesmo, isso a longo prazo enfraquece carreiras e não mantém fiel o público, consequentemente, esses artistas não fortalecem a cultura da melhor forma.

A gente até presenciou por um tempo uma fórmula mágica, mas já tava ficando bem chato tudo aquilo, e ainda bem que Sulicídio veio e questionou tudo o que estava acontecendo.

Claro que o público tem a sua parcela de culpa, não falta fã que reclama quando algum MC coloca uma roupagem diferente no som, arrisca mais em outras formas de trabalho, eu vejo isso quase que como um desrespeito ao artista, pois seus trabalhos obviamente são para agradar o público, mas é algo pessoal também, cobrar os artistas por pararem de falar algo e começarem a dizer outra coisa atrapalha bastante, e também enfraquece a cultura a longo prazo. Claro que quando alguém começa a fazer um som zoado, a gente tem que cutucar, mas temos que aprender a direcionar melhor essas críticas.

Na entrevista do Rashid para o canal da Laboratório Fantasma, é dito que para o disco Crise, ele lançou todos os singles antes de lançar o disco de fato, dessa forma ele conseguiu mais sucesso do que em A Coragem da Luz, foi algo planejado para fidelizar mais o seu público e deu certo, o disco é bom, mas o anterior artisticamente (na minha opinião), é melhor. Via de mão dupla complicada de se trabalhar, pois os fâs tem dado menos atenção para um trabalho completo e bem montado para ficar mais focado em apenas alguns sons dos discos, e assim os MC`s precisam mudar sua forma de montar e lançar seus trabalhos. Pra sucesso é bom, mas artisticamente existe uma certa perda.

A impressão que fica é que os MC`s precisam antes de tentar trilhar algum caminho diferente depois de lançar seus primeiros trabalhos, se firmar e ficar um bom tempo fazendo sucesso. Um bom exemplo disso é o Emicida, o seu discurso nos sons mais atuais tem uma diferença perceptível dos mais antigos, e eu me lembro bem que ao lançar a mixtape Emicidio, choveram críticas a mudança na lírica e até mesmo na sua forma de trabalho. No trecho do vídeo abaixo a gente consegue entender melhor o motivo que o fez engrandecer sua poesia, se o cliente tivesse sempre razão, Emicida seria mais do mesmo e não seria símbolo de inovação no Hip-Hop, e hoje ele pode fazer o que quiser de diferente e não vai perder público.

Os novos artistas precisam lutar mais pelos discursos (que podem mudar com o tempo), que eles tem em mente, as vezes, lançar na rua um trampo onde foi feito um bom esforço para que seja algo artístico é melhor a longo prazo do que querer sempre fazer hype. Babylon By Gus Vol. 1 não fez sucesso no seu ano de lançamento e hoje é um clássico quase que obrigatório na escuta de quem gosta de Rap.

Programação de Rap da Virada Cultural 2015

Nos dias 20 e 21 de junho, a cidade de São Paulo irá se transformar, pela 11ª vez, em um grande palco a céu aberto de música, teatro e muita arte. É a virada Cultural. E o Blog Rap em Movimento faz um mapa dos shows da cultura hip hop pra você.

No Palco Júlio Prestes Emicida convida Martinho da Vila e João Donato

Foto divulgação

Local: Palco Júlio Prestes
Endereço: Praça Júlio prestes s/n – são paulo – sp
Data: domingo, 21 de junho de 2015
Horário: 15:00

http://viradacultural.prefeitura.sp.gov.br/2015/programacao/atracao/##9542

No Vale do Anhangabaú tem o Dexter

Dexter Foto Divulgação

Local: Vale do Anhangabaú
Endereço: Vale do Anhangabaú, s/nº
Data: domingo, 21 de junho de 2015
Horário: 14:00

http://viradacultural.prefeitura.sp.gov.br/2015/programacao/atracao/##9470

Para aproveitar a viagem no mesmo lugar tem o show “Uma Viagem pelo Rap Nacional – Com Milton Sales e convidados”.

Com Pepeu, Thaíde, Posse Mente Zulu (Rappin Hood), Duckjam, Filosofia de Rua, Xandão Química, Rimatitude, Família Ducorre, Poetas Modernos, Tate, Pelther LB, Ágabo e Yzalú

Local: Vale do Anhangabaú
Endereço: Vale do Anhangabaú, s/nº
Data: domingo, 21 de junho de 2015
Horário: 16:00

http://viradacultural.prefeitura.sp.gov.br/2015/programacao/atracao/##9473

Com seu estilo excêntrico a Shanawaara se apresenta no Arouche

Local: Palco Arouche x Duque de Caxias
Endereço: Av. Duque de Caxias, 62 – São Paulo, SP
Data: sábado, 20 de junho de 2015
Horário: 23:30

http://viradacultural.prefeitura.sp.gov.br/2015/programacao/atracao/##9565

A cantora chilena Ana Tijoux se apresenta no palco Cásper líbero. Recomendo esse show !!

ana-tijoux-divulgação-2-664ab9f3519f820639625379c1710ed3

Local: Palco Casper Líbero
Endereço: Avenida Cásper Líbero, alt. Nº 100
Data: domingo, 21 de junho de 2015
Horário: 16:00

http://viradacultural.prefeitura.sp.gov.br/2015/programacao/atracao/##9551

O Mc Garden se apresenta no CEU Heliópolis. Ele canta funk mas sua pegada de protesto é bem interessante

Local: CEU Heliópolis
Endereço: Estrada das Lagrimas, nº 2385 – São João Clímaco – SP
Data: domingo, 21 de junho de 2015
Horário: 16:00

http://viradacultural.prefeitura.sp.gov.br/2015/programacao/atracao/##9227

Mano Réu se apresenta no CEU Pêra Marmelo

Local: CEU Pêra Marmelo
Endereço: Rua Pêra Marmelo, 226, Jardim Santa Lucrecia Pirituba
Data: sábado, 20 de junho de 2015
Horário: 21:00

http://viradacultural.prefeitura.sp.gov.br/2015/programacao/atracao/##9210

E no mesmo CEU tem uma apresentação de mulheres no Hip hop

Local: CEU Pêra Marmelo
Endereço: Rua Pêra Marmelo, 226, Jardim Santa Lucrecia Pirituba
Data: sábado, 20 de junho de 2015
Horário: 22:00

http://viradacultural.prefeitura.sp.gov.br/2015/programacao/atracao/##9180

O Rael se apresenta no mesmo CEU

Local: CEU Pêra Marmelo
Endereço: Rua Pêra Marmelo, 226, Jardim Santa Lucrecia Pirituba
Data: domingo, 21 de junho de 2015
Horário: 18:00

http://viradacultural.prefeitura.sp.gov.br/2015/programacao/atracao/##9226

O rapper Rico Dalasam se apresenta no palco Leônico de Carvalho. Também recomendo esse show

Foto reprodução

Local: Palco Leôncio de Carvalho
Endereço: Rua Leôncio de Carvalho, 50, São Paulo – SP
Data: domingo, 21 de junho de 2015
Horário: 15:10

http://viradacultural.prefeitura.sp.gov.br/2015/programacao/atracao/##8486

No Sesc Pq. Dom Pedro II terá uma apresentação de uma JAM de danças urbanas

Local: Ocupação Sesc Pq. D. Pedro II
Endereço: Praça São Vito, s/n
Data: domingo, 21 de junho de 2015
Horário: 12:00

http://viradacultural.prefeitura.sp.gov.br/2015/programacao/atracao/##9427

No mesmo Sesc tem apresentação do Rashid

Local: Ocupação Sesc Pq. D. Pedro II
Endereço: Praça São Vito, s/n
Data: domingo, 21 de junho de 2015
Horário: 17:00

http://viradacultural.prefeitura.sp.gov.br/2015/programacao/atracao/##9423

Ta faltando algum? Deixa um salve ai pra poder incluir na programação!